• Diretoria e Comitês

    Conselho de Administração

    O Conselho de Administração da MRV é responsável pela definição das políticas estratégicas da Companhia gerais e, entre outras atribuições, pelo estabelecimento de suas políticas comerciais gerais, por eleger seus diretores e fiscalizar a sua gestão.

    O Conselho de Administração da Companhia reunir-se-á, ordinariamente, a cada três meses e, extraordinariamente, sempre que convocado pelo seu Presidente ou por qualquer de seus membros.

    Os conselheiros são eleitos em Assembléia Geral Ordinária de acionistas, para um mandato unificado de dois anos, sendo permitida a reeleição. De acordo com as regras do Novo Mercado, no mínimo 20% dos membros do Conselho de Administração devem ser conselheiros independentes, e todos os conselheiros, a partir da assinatura do Contrato de Participação no Novo Mercado, deverão subscrever, previamente à sua investidura no cargo, termo de anuência dos administradores referido no Regulamento Novo Mercado e às regras da Câmara de Arbitragem da Bovespa.

    De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, cada conselheiro é eleito em Assembleia Geral e deve ser proprietário de, no mínimo, uma ação de emissão da MRV, podendo residir fora do Brasil. O Estatuto Social da Companhia não contém restrições à possibilidade de os membros do seu Conselho de Administração obterem empréstimos junto a MRV. Contudo, de acordo com a Lei das Sociedades por Ações, um membro do Conselho de Administração é proibido (i) de votar em qualquer assunto que envolva conflito de seus interesses com os interesses da Companhia; e (ii) de tomar por empréstimo recursos ou bens da MRV, sem prévia autorização da Assembleia Geral ou do Conselho de Administração.

    Ainda de acordo com a Lei das Sociedades por Ações, os acionistas não-controladores da MRV, com ações que representem, no mínimo, 10% do seu capital social, por no mínimo três meses, têm o direito de eleger um membro do Conselho de Administração da Companhia.

    Membros do Conselho de Administração Cargo Data de eleição Término do mandato
    Rubens Menin Teixeira de Souza Presidente 28/04/2017 28/04/2019
    Marcos Alberto Cabaleiro Fernandez Conselheiro 28/4/2017 28/04/2019
    Sinai Waisberg Conselheiro Independente 28/04/2017 28/04/2019
    Betania Tanure de Barros Conselheiro Independente 28/04/2017 28/04/2019
    Marco Aurélio de Vasconcelos Cançado Conselheiro Independente 28/04/2017 28/04/2019
    Rafael Nazareth Menin Teixeira de Souza Conselheiro 28/04/2017 28/04/2019
    Antônio Kandir Conselheiro Independente 17/05/2018 28/04/2019

     

    Diretoria Executiva

    Os diretores da MRV são responsáveis por sua administração executiva diária. Os diretores têm responsabilidades individuais estabelecidas pelo Estatuto Social da Companhia e pelo seu Conselho de Administração.

    De acordo com o Estatuto Social da MRV, a diretoria pode ter até doze diretores, eleitos pelo Conselho de Administração, para um prazo unificado de dois anos, sendo permitida a reeleição. O Estatuto Social da Companhia não determina idade para aposentadoria compulsória dos seus diretores, qualquer diretor pode ser destituído pelo Conselho de Administração, a qualquer tempo, antes do término de seu prazo de gestão.

    Diretores Cargo Início do mandato Término do mandato
    Rafael Nazareth Menin Teixeira de Souza Diretor Presidente Região I 28/04/2017 28/04/2019
    Eduardo Fischer Teixeira de Souza Diretor Presidente Região II 28/04/2017 28/04/2019
    Leonardo Guimarães Corrêa Diretor Executivo de Finanças e Relações com Investidores 28/04/2017 28/04/2019
    Eduardo Paes Barretto Diretor Executivo Comercial 28/04/2017 28/04/2019
    Homero Aguiar Paiva Diretor Executivo de Produção 28/04/2017 28/04/2019
    Júnia Maria de Sousa Lima Galvão Diretora Executiva de Administração e Centro de Serviços Compartilhados 28/04/2017 28/04/2019
    José Adib Tomé Simão Diretor Executivo de Crédito Imobiliário 28/04/2017 28/04/2019
    Hudson Gonçalves de Andrade Diretor Executivo de Desenvolvimento Imobiliário 28/04/2017 28/04/2019
    Maria Fernanda Nazareth Menin Teixeira de Souza Maia Diretora Executiva Jurídica 28/04/2017 28/04/2019

    Comitês Estatutários

    Comitês de Gestão

    O Conselho da MRV instituiu três comitês internos de apoio em reunião de Conselho de Administração, para assessorar e propor soluções visando aumentar a eficácia de suas decisões. São eles:Comitê de Governança e Compliance, Comitê de Pessoas e Comitê de Operações. Todos os membros dos comitês detêm conhecimentos básicos sobre finanças, contabilidade e legislação aplicada ao Mercado de Capitais.

    Compete a esse Comitê:

    (i) zelar e disseminar o comprometimento da Companhia por uma gestão pautada pelos
    pilares de governança corporativa, sustentabilidade e ética empresarial, incluindo, mas
    não se limitando a: (a) transparência de informações; (b) equidade; (c) prestação de contas; (d) responsabilidade corporativa; (e) erradicação do trabalho infantil, forçado ou compulsório; (f) combate à práticas de discriminação, sob quaisquer formas; (g) prevenção ao assédio moral ou sexual; (h) valorização da diversidade; (i) combate a todas as formas de corrupção; (j) preservação ambiental e gerenciamento de impactos; (k) acompanhamento e implementação das diretrizes da Associação Instituto MRV, com foco na geração de impactos e externalidades;(l) gestão dos riscos corporativos.
    (ii) promover a constante melhoria das práticas de governança adotadas pela Companhia, recomendando novas práticas e/ou propondo alterações às práticas existentes;
    (iii) acompanhar os indicadores sociais, ambientais e econômicos da Companhia e propor metas, ações e programas de sustentabilidade empresarial, acompanhando e avaliando periodicamente os resultados obtidos por tais metas, ações e programas, utilizando como matriz avaliativa do impacto gerado, entre outras, os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS);
    (iv) monitorar e avaliar as práticas relacionadas ao atendimento dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS);
    (v) zelar pelo eficaz funcionamento do Conselho de Administração e de seus comitês de assessoramento, bem como promover o bom relacionamento entre o Conselho de Administração, a Diretoria, acionistas e demais stakeholders da Companhia;
    (vi) revisar periodicamente, discutir e propor alterações ao Estatuto Social, Regimentos Internos dos comitês de assessoramento, ao Código de Conduta e Ética da Companhia, assim como a outros documentos, políticas e normas internas da Companhia relacionados à governança, conduta e ética;
    (vii) avaliar e monitorar as exposições de risco da Companhia, acompanhando e supervisionando o processo de gerenciamento de riscos;
    (viii) assegurar a adequação, fortalecimento e funcionamento dos sistemas de controles internos da Companhia, visando reduzir, exterminar e/ou mitigar riscos existentes e prevenir potenciais riscos, apresentando recomendações de aprimoramento de políticas, práticas e procedimentos;
    (ix) disseminar a cultura de gerenciamento de riscos e controles internos na Companhia visando assegurar o estrito cumprimento de todas a leis, normas e regulamentos a ela aplicáveis;
    (x) emitir recomendações sobre situações de potencial conflito de interesses entre partes relacionadas da Companhia quando julgar necessário ou por solicitação do Conselho de Administração;
    (xi) discutir, propor e atualizar as políticas e diretrizes socioambientais da Companhia, objetivando potencializar o impacto positivo e mitigar, dentro do possível, as externalidades negativas;
    (xii) submeter ao Conselho de Administração suas recomendações sobre questões de sua competência e reportar suas atividades periodicamente ao Conselho de Administração, que deverá orientar o Comitê com relação ao nível de tolerância ao risco nos processos e atividades executadas nos diversos níveis da Companhia;
    (xiii) acompanhar a execução de suas recomendações, reunindo-se periodicamente com a Diretoria Executiva e gestores da Companhia.

    Membros: Rubens Menin Teixeira de Souza, Rafael Menin Teixeira de Souza, Eduardo Fischer Teixeira de Souza, Maria Fernanda Nazareth Menin Teixeira de Souza Maia e Junia Maria de Sousa Lima Galvão, Betania Tanure de Barros.

    Para visualizar o Regimento Interno, clique aqui.

    Compete a este Comitê:

    (i) avaliar e propor melhorias às políticas de desenvolvimento de pessoas, treinamento, remuneração, benefícios, incentivos e retenção de talentos; (ii) avaliar e propor melhorias aos métodos de recrutamento e contratação adotados pela Companhia; (iii) propor planos de sucessão e avaliar os planos de sucessão de colaboradores que ocupem posições chaves na Companhia; (iv) avaliar meios de monitoramento do clima organizacional; (v) avaliar potenciais candidatos para cargos de membros da administração e posições chave na Companhia; (vi) avaliar e acompanhar os programas de participações nos resultados e programas de opções de compra de ações da Companhia; (vii) reportar suas atividades periodicamente ao Conselho de Administração, bem como submeter ao Conselho de Administração suas recomendações sobre questões de sua competência; (viii) acompanhar a execução de suas recomendações, reunindo-se periodicamente com a Diretoria Executiva e gestores da Companhia.

    Membros: Rubens Menin Teixeira de Souza, Rafael Menin Teixeira de Souza, Eduardo Fischer Teixeira de Souza, Maria Fernanda Nazareth Menin Teixeira de Souza Maia, Junia Maria de Sousa Lima Galvão e Betânia Tanure de Barros, Marcos de Aguiar Morgado Horta.

    Para visualizar o Regimento Interno, clique aqui.

    Compete ao Comitê de Operações: (i) zelar pelo correto planejamento e controle da produção, avaliando os diversos fatores que precisam ser administrados e seus respectivos impactos, para que as metas da Companhia sejam atingidas; (ii) estabelecer estratégias de gestão de suprimentos e mão de obra; (iii) acompanhar cronogramas de obras; (iv) propor soluções de otimização de produtividade; (v) zelar e propor planos de ação para a redução de impactos ambientais resultantes do processo produtivo, buscando aprimorar as práticas para o desenvolvimento sustentável de suas obras; (vi) revisar e propor melhorias aos processos de compras e gestão de custos, visando a manutenção de qualidade dos serviços e produtos empregados; (vii) revisar e propor melhorias aos planos de controles de produção e treinamentos de colaboradores de obra; (viii) zelar pela manutenção de boas práticas de segurança no trabalho, higiene e organização do canteiro de obras; (ix) definir a estratégia comercial e de crédito da Companhia, composta, dentre outros, por mix de vendas, precificação, perfil da equipe, mix de agentes de mercado, etc; (x) definir estratégias de mídia; (xi) definir estratégias de crédito imobiliário; (xii) definir estratégias de expansão geográfica das atividades da Companhia e de aquisições de terrenos; (xiii) reportar suas atividades periodicamente ao Conselho de Administração, bem como submeter ao Conselho de Administração suas recomendações sobre questões de sua
    competência; (xiv) acompanhar a execução de suas recomendações, reunindo-se periodicamente com a
    Diretoria Executiva e gestores da Companhia.

    Membros: Rubens Menin Teixeira de Souza, Rafael Menin Teixeira de Souza, Eduardo Fischer Teixeira de Souza, Leonardo Guimarães Corrêa, José Adib Tomé Simão, Eduardo Paes Barretto, Rodrigo Martins de Resende; Hudson Gonçalves Andrade; Homero Aguiar Paiva; Sinai Waisberg.

    Para visualizar o Regimento Interno, clique aqui.

    De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, o Conselho Fiscal é um órgão societário independente da administração e dos auditores externos. O conselho fiscal pode funcionar tanto de forma permanente quanto de forma não permanente, caso em que atuará durante um exercício social específico quando instalado a pedido dos acionistas que representem, no mínimo, 2% das ações com direito a voto e cada período de seu funcionamento terminará na primeira assembleia geral ordinária após a sua instalação.

    As principais responsabilidades do conselho fiscal consistem em fiscalizar as atividades da administração, rever as demonstrações financeiras da companhia e reportar suas conclusões aos acionistas. A Lei das Sociedades por Ações exige que os membros do conselho fiscal recebam remuneração de, no mínimo, 10% do valor médio pago anualmente aos diretores da companhia. A Lei das Sociedades por Ações também exige que o Conselho Fiscal seja composto por, no mínimo, três e, no máximo, cinco membros e seus respectivos suplentes.

    O Estatuto Social da MRV prevê um Conselho Fiscal de caráter não permanente, eleito unicamente a pedido dos acionistas da Companhia em assembleia geral. O Conselho Fiscal da Companhia funciona em caráter não permanente e foi instalado, a pedido dos acionistas interessados e nos termos do artigo 161, § 2º, da Lei 6.404/76, durante a Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária realizada em 19 de abril de 2018.

           Membros do Conselho Fiscal        Cargo Início do mandato Término do mandato
    Thiago da Costa e Silva Lott   Conselheiro Fiscal 19/04/2018 28/04/2019
    Paulino Ferreira Leite Conselheiro Fiscal 19/04/2018 28/04/2019
    Fernando Henrique da Fonseca Conselheiro Fiscal 19/04/2018 28/04/2019

     

     

    Comitês não Estatutários

    Descrição do Comitê: Trata-se de uma instância colegiada responsável pela deliberação dos dilemas éticos e aplicação da Política de Consequências. (Mandatos de dois anos, como membros permanentes, com direito a voto):

    Membros com direito a voto: Rafael Nazareth Menin Teixeira de Souza, Eduardo Fischer Teixeira de Souza, Maria Fernanda Nazareth Menin Teixeira de Souza Maia, Leonardo Guimarães Corrêa e Júnia Maria de Souza Galvão.

    Membros sem direito a voto: Alex de Souza Medeiros, Ana Thelbia Marinho Ameno.

    EMPRESAS DO GRUPO