• Central de Resultados

    2T07

      Destaques

      • Trimestre excepcional mostra crescimento percentual de 3 dígitos nos seus principais indicadores: VGV, vendas contratadas, receita operacional, lucro líquido e banco de terrenos.
      • VGV de R$ 254,5 milhões no 2T07, com o lançamento de 2.150 unidades, totalizando um VGV de R$ 493,7 no 1S07, um crescimento de 159% em relação ao 1S06.
      • Aumento de 199% sobre as vendas contratadas, passando de R$ 52,7 milhões no 2T06 para R$ 157,7 milhões no 2T07, atingindo o valor de R$ 295,8 milhões no 1S07, um crescimento de 219% em relação ao mesmo período do ano anterior.
      • Banco de terrenos de R$ 4,3 bilhões no trimestre com 100% de participação da MRV, apresentando crescimento de 202,6% referente a dezembro de 2006.
      • Expansão da presença geográfica, com a entrada em 4 novas cidades: Aparecida (Goiás), Itú (São Paulo), Sumaré (São Paulo) e Vila Velha (Espírito Santo), consolidando sua presença nacional.
      • Aumento de 148% na Receita Operacional Líquida no 2T07 em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando R$ 80,3 milhões. No semestre, a Receita Operacional Líquida atingiu o patamar de R$ 141,9 milhões, um crescimento de 144% em relação a 1S06.
      • Margem Bruta de 37,0% no 1T07, subindo para 41,6% no 2T07, se consideradas as receitas financeiras provenientes do Contas a Receber de Clientes: critério utilizado por várias construtoras de capital aberto. O lucro bruto registrado no 2T07 foi de R$ 30,4 milhões, comparado ao valor de R$ 9,8 milhões no mesmo período do ano anterior.
      • Evolução no EBITDA de R$ 1,9 milhão no 2T06 para R$ 15,9 milhões no 2T07, atingindo margem EBITDA de 19,8% no período. O EBITDA ajustado das despesas não recorrentes foi de R$ 17,5 milhões.
      • Lucro Líquido do 2T07 de R$ 14,5 milhões, com margem líquida de 18,1%. O lucro líquido ajustado atingiu R$ 16,1 milhões, com margem líquida ajustada de 20,1%.
      • Resultado a apropriar da MRV apresentou crescimento de 36% em relação ao 1T07, atingindo R$ 126,5 milhões e a margem bruta a apropriar atingiu o patamar de 52,2%.

    EMPRESAS DO GRUPO